Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

31 de jul de 2008

Bens de Muniz serão investigados

O juiz Danilo Campos, da 184ª zona eleitoral de Montes Claros (Norte), encaminhou, ontem à tarde, representação à Procuradoria Regional Eleitoral de Minas Gerais contra o deputado Ruy Muniz (Democratas), candidato a prefeito desta cidade, para ser feita investigação de possíveis irregularidades em sua declaração de bens, com base em auditoria realizada pelo INSS nas empresas do Grupo Soebrás, de sua propriedade.
Na representação encaminhada ao procurador regional, José Jairo Gomes, o juiz alega que, ao determinar a averiguação da declaração dos bens dos candidatos em Montes Claros, quando o Ministério Público apresentou documentos oficiais, como uma auditoria do INSS e relatório do Conselho Municipal de Assistência Social, que dão conta do ‘vultoso patrimônio sonegado‘ pelo candidato Ruy Muniz na declaração de bens na candidatura a prefeito. A mesma representação foi encaminhada também ao juiz Antônio Adilson Salgado, da 315ª zona eleitoral, que tem de apreciar o registro das candidaturas.

Nenhum comentário: