Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

15 de dez de 2007

Comissão da Câmara aprova proibição ao uso de palavras estrangeiras

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal aprovou nesta quinta-feira (13/12), por unanimidade, um substituto do Senado ao projeto de lei 1.676/99, do deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), que sugere a tradução das palavras estrangeiras para o Português em documentos públicos e de veículos de comunicação. Para se tornar lei, a proposta precisa passar ainda pelo plenário da Câmara.
O substitutivo restringe o veto ao uso de palavras estrangeiras quando estiverem por escrito. Se aprovada, termos como o francês a la carte e o inglês self service terão de ser abrasileirados para algo como no cardápio e auto-serviço.
O relator do projeto, deputado Flávio Dino (PC do B-MA), considerou institucional, no entanto, o artigo que prevê multas a quem infringir a lei. Segundo o deputado, as sanções devem ser analisadas após a aprovação da nova regra.
O projeto está em regime de prioridade na Câmara.
As informações são da
Agência Câmara.

Nenhum comentário: