Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

17 de jun de 2009

Saúde mental e pública em debate

A revista TEMPO reabre em sua edição o debate sobre a saúde mental em Montes Claros. A cidade que deveria estar apta a adotar o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) nível III, não oferece o serviço.
Outro problema, é que o único hospital psiquiátrico do Norte de Minas, o Prontomente, não atendeu às exigências do Ministério da Saúde e foi descredenciado pelos SUS.
Se houver necessidade para tal tratamento, o doente terá que ser encaminhado para Belo Horizonte.
Outro assunto em questão é sobre o lixão: o que fazer com as toneladas de lixo recolhidas todos os dias pelo sistema público de limpeza, altamente prejudicial ao meio-ambiente? Especialistas apontam a existência de tecnologia capaz de transformar o lixo em energia reaproveitável.
A questão, estaria sobretudo, inserida na boa vontade política, para se buscar uma solução que aconteça antes que o aterro controlado de Montes Claros se esgote. Debate para o presente.

Nenhum comentário: