Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

5 de jun de 2009

Propaganda mineira para divulgar o que não existe na educação

O governo estadual mineiro volta a combater a evidente queda de qualidade do ensino estadual com propaganda. Propagandas de meia página em jornais mineiros tentam criar o sentimento que tudo anda bem. Mas a situação é de degradação total. Dados do IDEB revelam que dos 10 Estados com melhores resultados no país, MG é o único que estacionou de 2005 até hoje. Reportagem da premiada jornalista Daniela Arbex revelou o descalabro de escolas estaduais totalmente desestruturadas. Ausência de política educacional para a área rural, para atender populações tradicionais, ausência de estratégia global para a educação. Uma total perda de rumo. Estive, ontem, com uma importante secretária de educação (premiada) de um governo municipal da base eleitoral de Aécio Neves. A avaliação é sempre a mesma: a educação estadual está em queda livre.
Vou mais longe: se for o caso posso citar nomes, mas o alto escalão de várias secretárias de governo de Aécio Neves criticam duramente a secretária Vanessa Guimarães (na foto) pela total falta de abertura à parcerias, alta centralização e autosuficiência. As críticas são gerais e quase irrestritas, ao longo do Estado. O que faz um governador tão bem avaliado a insistir numa aventura como esta? Por que não trocou a direção desta secretaria como fez José Serra recentemente? Qual o mistério?
Propaganda sem conteúdo tem limites.

6 comentários:

Anônimo disse...

A educação de minas sempre foi uma porcaria, agora está muito pior com governo mentiroso de merda neves.

Anônimo disse...

Luis
Penso que o governo ficou deseperado com a revista radiografia da educação mineira,reportagem de Daniela Arbex, e o SindUTe marcou um gol mais um gol de placa no ano do seu aniversário de 30 anos de lutas.
Com essa esse governo mentiroso não esperava.

Servidores Administrativos da Educação do Estado de Minas Gerais disse...

O interessante que este é o único tipo de propaganda que parece "apetecer" os grandes veiculadores mineiros de comunicação.

Dia 05/06/2009 os servidores administrativos da educação foram às ruas de BH para exigir RESPEITO, paralizamos a Av. Amazonas. Manifestamo-nos também em frente ao Palácio dos Despachos, e parece que cerca de 600 servidores lutando por sua dignidade não foram suficientes para chamar a atenção nem da imprensa marrom quanto do Sr. Governador.

Descaso.

É esta a palavra de órdem quando se procura pelo verbete Educação na agenda do Governo de Minas Gerais.

Anônimo disse...

Aécio Presidente e Serra vice, todos por um Brasil melhor!!

Rudá Ricci disse...

Anônimo das 5h11,
Ok, você deve ler muito jornal, mas não sabe o que ocorre nos bastidores da política. Aécio não é candidato à Presidente. Basta perguntar para qualquer secretário do governo mineiro e terá a notícia (desde o final do ano passado) que ele é candidato a Senador, fazendo marola para não sair da mídia.
No resto, espero que todos estejam por um Brasil melhor (especialmente na Copa das Confederações).
Rudá Ricci

Anônimo disse...

Concordo com Rudá!

Os jornais de minas e moc colocam muita "titica de galinha" na cabeça do povo cabeça de vento. Esses cabeças de vento é que mantém politicos curruptos no poder. Tenho medo dessa imprensa laranja.