Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

29 de jun de 2009

Athos faz coletiva para desmentir administração pinóquio

A notícia de que a prefeitura de Montes Claros foi incluída como inadimplente no Siafi - Sistema integrado de administração financeira, por causa da não aplicação do percentual mínimo de 25% das receitas do município na educação no exercício de 2008, foi veementemente contestada pelo ex-prefeito Athos Avelino na manhã desta segunda feira, 29, em sua residência.
Para Athos uma das áreas que mais orgulha é exatamente a educação, onde foi aplicado mais de 25% do orçamento municipal e mais 60% do Fundep - Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa para o desenvolvimento do magistério, além de ter implementado durante sua gestão, construção de várias escolas, dentre elas duas grandes escolas nos bairros JK e Doutor João Alves, em 2008.
Athos disse ainda que todas as escolas tanto da zona urbana quanto rural foram durante sua gestão reformadas e reequipadas não somente no aspecto físico, mas, mobílias e utensílios para cozinha. Revelou ainda que foram disponibilizados 18 laboratórios e 484 computadores para as escolas da rede municipal.
O ex-prefeito se defende sobre a notícia em questão ao afirmar categoricamente que todos os dados foram enviados para o tribunal de contas. Athos ainda destacou a valorização dos servidores do município em sua gestão como a equiparação dos salários dos professores de 1° a 4° com os de 5° a 8° series de R$ 430 para R$ 780.
Criticou o fato de que em muitas escolas falta merenda, diferentemente na sua administração onde a merenda distribuída nas escolas foi considerada a melhor da história de Montes Claros e indagou: “Uma administração que não tem dinheiro para pagar a conta de luz do PSF Santos Reis construída em nossa gestão e que foi cortada na semana passada; que provoca desassistência na saúde, por falta de médicos remédios e material de curativo; que não fornece merenda escolar suficiente e de qualidade; que empurra os servidores com a barriga desde abril a respeito de sua data base. Como é que essa administração tem tanto dinheiro para festas e propagandas”? Perguntou Athos.
Segundo Athos há comentários que só na festa da Esurb foi gasto mais de 100 mil reais, e não quero acreditar que a atual administração já gastou em propaganda nesses primeiro seis meses mais do que a nossa gestão gastou em quatro anos. E parece que faz sentido porque a cidade está cheia de outdoor, faixas e placas sem falar na maçante propaganda em rádios, jornais e TVs.
A atual administração quer camuflar a sua incompetência e irresponsabilidade com achatamento de salários de professores e falta de merenda escolar, ocupando a imprensa com conversa fiada. Já passou da hora deles começarem a trabalhar - finaliza Athos Avelino.
Ex Procurador desafia atual Procuradoria
Para o ex-procurador Dr. Otavio Augusto Neiva de Mello Franco, “a tutela antecipada concedida pela justiça federal à administração do ex-prefeito Athos Avelino, teve como fundamento a proibição de bloqueio de recursos federais destinados a saúde, educação, assistência e ação social nestas incluídas as obras de saneamento e urbanização.” Contestou Melo Franco a informação da atual procuradoria do município de Montes Claros que disse que tal decisão não tem mais validade. Reafirmando que essa tutela antecipada continua em vigor. “Basta somente fazer uma consulta simples no site http://www.trf1.gov.br/ da Justiça Federal e confirmar que ainda continua vigente. E cujos fundamentos vale para qualquer tipo de situação que inclua o município no cauc SIAF. O Processo é público e já que a atual administração está achando tão difícil resolver essa situação, basta copiar a ação judicial elaborada pela administração passada, para então garantir os recursos à população de Montes Claros”. Desafiou Dr. Otávio Augusto.
Fonte: jornalista Farley Meira

6 comentários:

Anônimo disse...

Isso é safadeza de Tadeu, para desviar a atenção do rombo do fundeb que ele e a pomba vão dividir entre sí. O povo não é bobo Tadeu, toma vergonha na cara,
COLOCA Pedro Narciso na frente para enganar o povo.

Anônimo disse...

Este site me parece de algum frutado parente de athos Avelino... foi montado em cima do Odio proprio dos dicipulos Athianos...

Anônimo disse...

Acho que o Dr. Athos Avelino, ex prefeito de Montes Claros, se REALMENTE gastou os 25% como manda a lei, tem que parar com blá blá blá, dizendo fiz isso ou aquilo, é só mostrar: Quanto foi o orçamento e quanto gastou com a educação dentro do que prevê a lei, a conta dos 25% nós fazemos! E ai nós saberemos se aplicou ou não os 25% em educação conforme ele afirma. Ai nós mesmos mandaremos o Dr. Tadeu Leite e sua turma calarem a boca. O resto é xorumela...
Gaúcho ex morador de Montes Claros, tomando um Chá em Canoas/RS.

Anônimo disse...

Esta administração além de ser pinóoquio, também é excludente... Diretoras de algumas escolas estão recusando matricula de alunos do bairro, tendo muitas vagas, além de estar expulsando alunos,,, e ainda falam que Tadeu gosta de pobre???

Anônimo disse...

Tadeu gosta de pobre de espirito e longe dele.

Anônimo disse...

O secretariado de tadeu é coposto por politicos fracassado nas urnas ou que perderam cargo de confiança. Ex: Wilson Cunha, Roberto Amaral, Zé Geraldo, Marta Pompeu, Fatima Pereira, Guila, entre tantos outros incompetentes.