Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

6 de abr de 2009

"Aécio a culpa é sua, educação na rua"

Com Lula a tiracolo, governador enfrenta protesto dos professores
O Sindicato Único dos Professores do Estado (Sind-Ute), Regional Norte, acusa a Prefeitura de Montes Claros de jogar tinta branca no outdoor que está em frente à fábrica de biodiesel, no Distrito Industrial.
A tinta, segundo os denunciantes, é a mesma que foi usada para pintar o meio-fio que dá acesso à usina.
Apesar do aparato de segurança envolvido por ocasião da presença do presidente Lula, servidores da educação - liderados pelo Sind-Ute, conseguiram, durante o discurso do governador Aécio Neves, dar o recado com o seguinte coro: "pague o piso da educação".
O protesto ocorreu durante o cerimonial para inauguração da Usina de Biodíesel.
Os servidores se dirigiram em seguida para o Portal de Eventos, onde à tarde foi realizada a reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, para onde também foram Lula, Aécio, governadores nordestinos e ministros.
No local, os manifestantes aproveitaram para ampliar o protesto, aproveitando o grande número de autoridades presentes.
"Aécio a culpa é sua, educação na rua", gritavam, prometendo nova manifestação para odia 24 de Abril, em defesa do piso nacional, que agora é de R$1.132,00.

7 comentários:

Zé Gomes disse...

Luis, valeu a reportagem da nossa manifestação(SindUte). Infelizmente a direitona desesperada não respeita a liberdade de expressão. Quanto a isso, faremos um BO e acionaremos nossos advogados.
Um grande abraço

Anônimo disse...

Lunga... nós da rede Municipal
também queremos o piso nacional... e se o rei da cula não der,,,, a coisa vai feder... vamos nos unir ao sind-ute e poartir ´para mesma reivindicaçao... deixar valmore sozinhoo....kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
950,00 mais pó de giz..... é um direito e a prfé tem a receita do fundeb que não é pouco dinheiro.....

Anônimo disse...

Profissionais da educação estão desmacarando o governo merda neves.

Anônimo disse...

O movimento dos professores foi chamado de baderneiro pela imprensa borra roupa de MOC que sempre puxou saco de Aécio, acoberta toda as suas mentiras, Adecir baba ovo do governador, nós queremos o piso salarial nacional, como o seu governador e seu prefeito é caloteiro, não estamos recebendo. Nós queremos o que é direito nosso, não precisamos puxar saco de governador para assegurar boquinha, nos servidores da educação temos vergonha na cara e lutamos por um Brasil mais justo, já voce da imprensa parece defender um Brasil da miseria. Seu posicionamento tendencioso nos professores idignados, lutamos tanto no dia a dia para voce de forma desrespeitosa, passar imagem negativa do movimento para sociedade, mas a sociedade sabe que voce é pau mandado de políticos enganadores da região.

Geografia Regional e Brasil

Anônimo disse...

Gusmão, O sindUTE convida a todos os educadores que defendem uma educação de qualidade com valorização profissional para um grande ato em prol do PISO no pròximo dia 24 de abril, greve nacional. Participem! A luta pelo PISO continua...

Anônimo disse...

Movimentos no norte de minas é chamado de baderna pelos políticos de mal carater, que temos, querem continuar no poder roubando sem serem incomodados.

Anônimo disse...

Os movimentos dos professores não precisam dessa imprensa mediocre de Montes Claros, nós andamos com as proprias pernas, aparece um baba ovo chamado aldecir para tentar redicularizar o movimento, redicula é a reportagem de aldecir que é pau mandado de tadeu e aécio, dois governantes que dão calote na praça e penaliza o povo com impostos elevados, e não trás beneficios para população.