Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

30 de jan de 2009

Proacesso distancia Chapada Gaúcha do Norte de Minas

O Governo de Minas está privilegiando a região Noroeste do Estado, em detrimento do Norte de Minas, nos investimentos do Proacesso, programa destinado a assegurar acesso asfáltico a municípios que só possuem estradas de terra.
Ao invés de pavimentar a estrada que liga São Francisco a Chapada Gaúcha (Norte do Estado), cerca de 100 quilômetros, o governo preferiu ligar o município a Arinos (Noroeste), pavimentando 95 entre as duas cidades. Economicamente, o município de Chapada Gaúcha é o que mais cresce em Minas Gerais, sendo o maior produtor de sementes de capim do país.
A cidade tem raízes gaúchas, o que pode ser visto no gosto pelos trajes do sul, pelo churrasco e chimarrão, bem como pela música e dança. Misturado a tudo isso, a tradição norte-mineira catrumana, roceira, de gente pacata e de fala mansa, com influência dos geraizeiros e baianeiros, representados no hábito de pitar o cigarrinho de palha.
O primo pobre convive com a desigualdade de renda, vendo aumentar a cada dia os problemas de insuficiência alimentar, analfabetismo, desemprego e exclusão social.
Leia a matéria completa AQUI

4 comentários:

Anônimo disse...

Luis não é por nada, mas que câmera de vereadores mais ´´Furreca`` Vereadores Pombos Correios, Analfabetos, Secretários que não sabem ler, emendas e propostas ridículas, E vai ser difícil

Anônimo disse...

Já foi divulgado na mídia todos os trechos beneficiados com o PROACESSO no norte de MG. Chapada Gaúcha/Arinos, como mostra, está em obras. Arinos faz parte do norte de minas e não do noroeste. Haverá ligação dos seguintes trechos não citados na matéria:
São Francisco/Pintópolis;
Arinos/Pintópolis;
Urucuia/Riachinho.
Assim, a microregião ficará inteiramente ligada por estradas asfaltadas.

Álbano Silveira Machado disse...

O Pró-Acesso do Aécio Neves não respeita vontada da comunidade ou das lideranças políticas locais. Não há consulta sobre o impacto da pavimentação sobre questões ecônomicas, histórico-culturais, planos de desenvolvimento local e microregional. A decisão se dá no Palácio em articulação com rentaboçodade das empreiteiras. Muitos municípios do Vale do Jequitinhonha estão engolindo o asfalto ligado a um outro município vizinho como dádiva, como o possível. "É o jeito", "se não aceitar assim pode não sair", são expressõe smais comuns. A vontade e desejo ficam engasgados e falados nos bochichos, sussurrado.
Berilo, no Vale do Jequitinhonha, propôs o asfalto de 20 km até a cidade de Chapada do Norte, ou então, 18 km, até a cidade de José Gonçalves de Minas. O Governo decidiu fazer 18 km até Francisco Badaró, porque o pacote das empreiteiras previa assim.
Há outros exemplos, por minas afora. O interesse do Pró-Acesso é bandeira nacional da campanha a Presidente do Aécio. Promete asfaltar o acesso a todos os municípios brasileiros. Se o Serra deixar...

Anônimo disse...

PoiS acho uma beleza,que o governo de minas fez,pois,nós sofria muito com a estrada de Pintópolis a São FRANCISCO emburacadas;agora não,20 minutinhos nós estamos atravessando a balsa;mas como nós nunca estamos satisfeito precisamos de uma ponte sobre o rio São Francisco e o asfalto de Pintópolis a Arinos.