Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

7 de jun de 2010

PREFEITURA INCHADA E ENDIVIDADA POR LEITE

Como aconteceu em seus outros mandatos, quando recebeu a Prefeitura saneada dos seus antecessores Antônio Lafetá Rebello e Mário Ribeiro e entregou sucateada para seus sucessores, Mário Ribeiro e Jairo Ataíde, Leite recebeu do ex-prefeito Athos Avelino uma prefeitura com dinheiro em caixa e vários convênios assinados. Prova disso é que todas as obras de sua administração foram feitas com dinheiro deixado por Athos. Mesmo assim, em 2010, o Município já sente os reflexos de uma gestão caótica e irresponsável em 2009, seu primeiro ano de mandato.
São dezenas de dívidas, via contratação de milhares de funcionários, aumentando em mais de 50% a folha de pagamento, passando de R$ 8 milhões para mais de R$ 12 milhões. Enquanto isso, o prefeito não paga médicos, hospitais, rescisões e fornecedores, deixando a cidade suja, esburacada e com epidemia de dengue e calazar. Segundo o Relatório Quadrimestral da Prefeitura enviado para a Câmara Municipal, atendendo exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal, a folha de pagamento em novembro de 2009, foi de R$ 12. 580, 060, 56 (a estimativa é de que já esteja beirando os R$ 14 milhões), incluindo o salário de R$ 19.457, 29 do próprio prefeito, que supera o do governador Antônio Anastasia e até mesmo o do presidente Lula, cotados em R$ 10.500 e R$ 16.250, respectivamente. O salário da vice-prefeita também é gordo - R$ 12.970,23.
Talvez seja por isso que a sua promessa de campanha de construir nos primeiros meses de governo um hospital das mulheres não passou de mais uma propaganda enganosa. De acordo com o Relatório de 48 páginas, a meta da Prefeitura em 2009 era de arrecadar R$ 481.500,000,00. Foram arrecadado apenas R$ 381.871,983,87, ficando uma diferença de R$ 99.628,016,13. Mas o prefeito alega que a queda na arrecadação de transferências correntes foi em função da crise econômica, o que impediu as transferências de capital previstas. Ele disse que serão adotadas medidas duras para combater a sonegação fiscal. Entre elas, ajuizar ações para cobrança da dívida ativa.

Um comentário:

Anônimo disse...

Luis;

Quer ver em que situação está a despesa de abril da PMMC? Basta clicar no banner Portal da Transparência que tem no site (www.montesclaros.mg.gov.br). Depois você clica em Folha de Pagamento no item RECURSOS HUMANOS. Para simplificar segue o link: http://www.montesclaros.mg.gov.br/transparencia/folha%20pagamento/DESPESA%20GERAL%20DE%20PESSOAL%20MAIO%20-%202010.pdf

Já chegamos aos 14 milhões.

Zé Côco.