Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

9 de dez de 2008

PONTE CAI E DEIXA CIDADE DE BERILO ISOLADA

Uma ponte sobre o ribeirão Gangorras caiu na última sexta-feira, dia 05 de dezembro, e deixou a cidade de Berilo, no Vale do Jequitinhonha, totalmente isolada. A ponte de madeira ficava no km 348 da BR 367.
Chuvas permanentes caem nas cabeceiras dos córregos há mais de um mês, criando cheias caudalosas, derrubando barreiras nas estradas e tornando difícil o trânsito de veículos, pessoas e animais.
A BR 367 que cobre o município entre os municípios de Virgem da Lapa e Chapada do Norte está intransitável. As únicas saídas são as estradas municipais Berilo-Francisco Badaró e Berilo-Lelivéldia não estão preparadas para trânsito pesado de caminhões com cargas pesadas.
Nesta rodovia, o trânsito já era ruim devido à queda de uma ponte de concreto no km 340, em fevereiro de 2003, e até hoje não foi reconstruída, reclama os moradores. Há caminhões de abastecimento de alimentos parados na cidade há 5 dias esperando a estiagem das águas.
O prefeito Lázaro Pereira Neves diz que somente a Prefeitura Municipal já deu socorro a 60 caminhões, caminhonetes, ônibus e veículos que ficam atolados, utilizando tratores e pás carregadeiras, além do uso da mão-de-obra de servidores municipais com pás, enxadas e picaretas.
A linha de ônibus Araçuaí--Berilo-Minas Novas, da Viação Rio Doce, está paralisada desde 20 de novembro. As pessoas que têm necessidades de atendimento de saúde fora do município, audiência judicial e outras urgências são transportadas por veículos da Prefeitura, acompanhados de trator para servir a qualquer emergência.
Reportagem: Álbano Machado

Nenhum comentário: