Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

8 de dez de 2008

Advogado Geral da União do Governo FHC em Montes Claros

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes estará em Montes Claros nesta segunda-feira, 8, lançando dois projetos-piloto do programa “Casas de Justiça e Cidadania”.
Os projetos pretendem promover a integração de instituições públicas e privadas em espaços com múltiplas funções.
Gilmar Mendes, de acordo com a sentença do juiz Fausto de Sanctis, nomeou o funcionário de confiança do STF, Sérgio de Souza Cirillo, que foi flagrado pelas escutas legais da PF em intensa troca de telefonemas com Hugo Chicaroni, entre os dias 4 de junho e 7 de julho, véspera da deflagração da Satiagraha.
Curiosamente, a função de Cirillo, lotado na Secretaria de Segurança do STF, era justamente evitar escutas nos telefones usados pelo presidente do STF. E foi uma suposta e misteriosa escuta telefônica no gabinete de Mendes que quase inviabilizou as investigações da PF contra a quadrilha de Dantas. Pego de calça curta, Gilmar Mendes tentou disfarçar e enviou uma representação à Procuradoria-Geral da República solicitando que sejam apuradas as ligações de seu ex-funcionário, exonerado no último dia 6 de outubro, com o grupo de Dantas.
Bem... depois de tudo isso, Gilmar Mendes saiu com a conversa fiada, de que o juiz De Sanctis estaria colocando o STF sob suspeita.
Quem põe o STF sob suspeita é o senhor Gilmar Mendes. Com sua obsessiva defesa da quadrilha de Dantas. Parece que esse senhor continua a ser o Advogado Geral da União do Governo FHC.
O que está nitidamente parecendo é que Gilmar Mendes esta ficando acuado, acho que se forem a fundo nestas investigações, se é que a abin já não tem tudo registrado, vão descobrir a ligação de Gilmar com Daniel Dantas.
Helena

Um comentário:

Álbano Silveira Machado disse...

Gilmar Mendes, o Procurador Geral do União na era FHC. Mais conhecido como o Engavetador Geral do União pela enorme quantidade de processos contra os tucanos devidamente jogado pra debaixo do tapete, paralisados ou simplesmente extintos.