Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

18 de set de 2010

Efeito Vôleite

Começa sobrar dinheiro em Montes Claros depois que a justiça proibiu o repasse da Prefeitura para o time de vôlei do filho do prefeito.
O ainda prefeito de Montes Claros admitiu ontem sexta-feira (17), durante coletiva com sua imprensa em seu gabinete que a cidade está um caos, mas não explicou que um dos motivos da falta dinheiro são os fantasmas e o time de vôlei. Agora, depois que o Ministério Público, por meio dos promotores Felipe Gonçalves Caires, Paulo Vinícius Magalhães Cabreira, José Aparecido Gomes Rodrigues e Flávio Márcio Lopes Pinheiro, propôs ação civil pública contra o prefeito Tadeu Leite, impedindo o time de vôlei de Montes Claros receber repasses da prefeitura, o que foi determinado pelo juiz Richardson Xavier Brant, da 2ª vara da fazenda da comarca de Montes Claros, por causa da participação do seu filho, conhecido como Tadeuzinho, como diretor da equipe ligada à Funadem, o dinheiro começa a aparecer.
Não custa lembrar que esta ação do MP foi por causa da primeira edição do jornal Daqui, (www.daquimoc.com.br / www.daquimoc.blogspot.com ) sendo destaque na época no jornal Folha de São Paulo, mas sem merecer nenhuma linha na imprensa de Montes Claros - que recebe um mensalinho para ficar de bico calado -, segundo denúncia do Comitê de Combate à Corrupção de Montes Claros.  
O prefeito anunciou entre outras coisa, a reforma e revitalização do viaduto da Rua Melo Viana (porcaria que ele fez no passado) e a ampliação do horário de atendimento de cinco centros de saúde, até as 22 horas, com atendimento médico para casos de urgência e emergência de pequeno e média complexidade. Além de anunciar o pagamento de 360 mil reais para a Santa Casa e o Aroldo Tourinho, que não chega a 10% do calote que ele deu nos hospitais.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ronaldo Dias,

Impressionante, você denunciou a muito tempo um esquema criminoso na PREVMOC. Hoje, 20/09/2010, o Jornal "Hoje em Dia" troxe na Capa do Jornal e quase uma página no seu interior o esquema fraudulento cometido pelo Vereador Alfredo Ramos. O pior é que o atual presidente, euripedes confirma tudo.