Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

5 de set de 2010

Alprino foi vendida para a Pássaro Verde

A empresa de transporte coletivo Alprino, que em 2008 juntamente com a Transmoc venceu a concorrência pública para exploração do transporte coletivo urbano de Montes Claros até 2018 (veja aqui),  foi vendida para a empresa Pássaro Verde, que começou sua trajetória em fevereiro de 1953, com o nome de Irmãos Pereira, em Abaeté, cidade da região central do estado. A mudança para a capital aconteceu em 1955, com a aquisição da linha Belo Horizonte / Ponte Nova. Já em 1975, a razão social passa a ser Pássaro Verde. Em dezembro de 2004, a empresa foi adquirida pela família Constantino. Hoje a Viação Pássaro Verde possui 20 linhas em Minas, que atendem mais de 40 municípios.

Nenhum comentário: