Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

17 de set de 2010

Adeus o arquiteto e artista plástico Andrey Cristoff

Foi sepultado na tarde desta sexta-feira o arquiteto e artista plástico Andrey Ribeiro Cristoff, um dos mais brilhantes de M. Claros, da última geração. Tinha 52 anos, enfrentava um quadro da doença de Parkison. Era o segundo dos três filhos do médico Konstantin Cristoff, benemérito da história recente de Montes Claros.
O corpo de Andrey foi localizado na noite de ontem, quinta-feira, dentro do Corsa prata placa FQS-9188, em frente à Santa Casa, na Avenida Coronel Prates. Testemunhas informaram à PM que um odor vinha de dentro do carro do arquiteto mas, devido à película escura nos vidros, não era possível ver quem estava no interior do veículo, e se estava vivo ou morto. Policiais compareceram ao local e, na presença de um médico, foi constatado que Andrey estava morto. A perícia realizou os trabalhos de costume e liberou o corpo para o IML. Uma fonte ligada à família informou que Andrey havia saído da casa onde mora por volta das 20h30 de terça-feira, 14, para dormir com o pai, o artista plástico Konstantin, que se encontra internado na Santa Casa há cerca de um mês. Preocupado com a demora do filho em chegar ao hospital, Konstantin teria ligado inúmeras vezes para ele, que não atendia às ligações. A mãe também ficou preocupada e ligava a todo o momento para o filho, mas ele provavelmente já estava morto.

Nenhum comentário: