Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

17 de mai de 2010

Mães de santo abençoam a católica Dilma

Autor(es): DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
Folha de S. Paulo  - 15/05/2010

Presidenciável do PT vai a uma missa pela manhã e ao dia de Oxalá, à noite

Questionada sobre o aborto, pré-candidata ao Planalto diz que "mulher nenhuma é a favor do aborto", mas que o Estado tem de cumprir a lei

Para atrair os votos de todos os credos, a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, assistiu a uma missa ontem pela manhã, disse que é, sim, católica, mas, à noite, recebeu a "bênção" de mães de santo em um evento promovido pelo PT.
Na missa, Dilma acompanhou os cânticos cristãos, ajoelhou-se, cumprimentou fiéis e bispos, sempre orientada por Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Lula.
A petista, que ao longo da sua pré-campanha já se posicionou de várias maneiras em relação à sua fé, disse ao ser questionada sobre ser católica: "Eu sou".
Deu rodeios, no entanto, ao falar sobre o instante em que se converteu ao catolicismo. "No mesmo momento que cada um dos brasileiros. A gente nasce, é batizado, crismado, estuda em colégio de freira e ao longo da vida, você vive as suas experiências", afirmou a petista.
A missa da qual Dilma participou faz parte da programação do 16º Congresso Eucarístico Nacional, promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). A entidade, que vai orientar os fiéis a não votarem em candidatos que defendem ideias opostas às da Igreja Católica, como a liberalização do aborto, foi apoiada pela petista. "A igreja tem todo o direito de fazer isso", disse.
Sobre a questão do aborto, Dilma disse ser a favor da política pública para os casos de aborto previstos em lei: "O Estado tem de prover, em termos de saúde pública, as condições para que se cumpra isso", disse.
Dilma falou ainda que "mulher nenhuma é a favor do aborto", e que essa é uma distorção comum. "Não é uma questão se eu sou contra ou a favor. É o que eu acho que tem que ser feito."
Para finalizar o dia religioso, a pré-candidata recebeu, à noite, uma bênção, desta vez de mães de santo, durante encontro com o Movimento Negro do PT. Dilma participou de homenagem ao dia de Oxalá, comemorado toda sexta-feira.
Na abertura do encontro, Dilma disse que, se eleita, ampliará a política de cotas raciais no ensino "queiram eles ou não". A pré-candidata chegou a apoiar manifestação do público para adoção do sistema em cursos de pós-graduação.

3 comentários:

Anônimo disse...

Música para Anastasia,


Na casa do senhor não existe anastasia, xo anastasia, xo anastisia.

Anônimo disse...

No site do Jornal O Norte de Minas, Aldeci Xavier conte mais um erro de português, troca "Gafe" por "Garfe"! Uma verdadeira Gafe!

BLAZE REVISÃO disse...

hahahhahaaha....no "Coturno", PSDBistas batem em quem? No DEM....hahaahahhahaahaa