Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

19 de set de 2006

Na cidade sem meu carro


Montes Claros participa pela segunda
vez do “Na cidade sem meu carro”


Montes Claros, pelo segundo ano consecutivo, está entre as cidades de médio e grande porte que aderiram à jornada “Na cidade sem meu carro”, movimento internacional ao qual o Brasil aderiu através dos ministérios do Meio Ambiente e das Cidades, em parceria com o Instituto Ruaviva e prefeituras municipais. A idéia, cujo foco é a defesa do meio ambiente e da qualidade de vida das pessoas, é condizente com a filosofia do modelo de Governança Solidária adotado em Montes Claros pelo prefeito Athos Avelino.
O movimento surgiu na cidade francesa de La Rochelle e reúne cerca de 1.500 cidades em 41 países do mundo. No próximo dia 22 de setembro dezenas de municípios brasileiros, incluindo 15 capitais, como Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza, São Luís, Florianópolis, Natal e Aracajú irão participar da jornada.
Em Montes Claros, com frota superior a 86 mil veículos, a segunda edição da Jornada “Na cidade sem meu carro” acontece na rua São Francisco, no quarteirão entre as ruas Rui Barbosa e Coronel Antônio dos Anjos. Neste dia, a principal ação é a transformação de áreas tradicionalmente destinadas ao automóvel em um ambiente saudável e agradável, voltado para o pedestre.
Por isso, se você pretende ou precisa ir ao centro da cidade no dia 22, experimente fazê-lo de bicicleta, a pé ou de ônibus. Apenas por um dia, experimente a vida sem o seu carro. No dia 22 só circularão, pelo local, veículos dos serviços essenciais, ônibus, bicicletas, táxis e pedestres. A restrição ocorrerá entre 8 e 18 horas. A cidade se prepara para o segundo ano da Jornada com palestras, teatro e música. Os organizadores querem despertar na população a consciência do uso racional dos automóveis, preservar o meio ambiente e garantir qualidade de vida a todos.
Fonte: Ascom

Nenhum comentário: