Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

18 de fev de 2010

Prefeitura de Moc faz o pior carnaval da região

Na tentativa de resgatar o esplendoroso carnaval de rua 22 anos depois, a prefeitura de Montes Claros corre o risco de enterrar uma das mais tradicionais festas populares do país em pleno sertão de Minas. Por falta de organização, criatividade, e por contenção exagerada de despesas ou simples incompetência, a administração Tadeu Leite ofereceu, de sábado a terça-feira, um verdadeiro festival de desrespeito ao público e aos esforçados carnavalescos, no que seria a volta do carnaval de época.

Passando de prefeito para secretário, deste para o adjunto e deste para meia dúzia de xeretas de gabinete, a organização do carnaval de rua pecou justamente pela desorganização... O público, comprimido entre arquibancadas escuras e um fiapo de passeio, compareceu por absoluta falta de opção carnavalesca numa cidade de 360 mil habitantes e polo regional de desenvolvimento. Tudo bem ao estilo de mau gosto e pão-durismo da administração Tadeu Leite, presente em praticamente todas suas obras.

Ao contrário, cidades bem menores, como Bocaiuva, Janaúba, Grão Mogol e Brasília de Minas, deram show de planejamento e participação do poder público. Bandas inclusive da Bahia foram contratadas para manter a alegria dos foliões até o amanhecer do dia. Assim, os moradores não foram obrigados a apenas bater palmas ou vaiar, como acontecia em Moc, sem direito ao ritmo alucinante do samba no pé.
Fonte: O Norte 


Leia também:
Página Brasil - Montenegro desmoralizou Ibope, e Ibope desmoraliza Montenegro

Página Minas - Jornal Estado de Minas demite fotógrafo por ser blogueiro

Página Norte de Minas - A Polícia Federal está no encalço do deputado estadual Paulo Guedes

Página Cidade - Carta aberta de Marlene Xavier denuncia a Secretaria de Cultura de Montes Claros que não aceitou que a Semana de Cultura Igor Xavier  acontecesse no Centro Cultural.

Um comentário:

Anônimo disse...

Luiz, o que será que aconteceu com o "nosso time"? Só tá afundando bem. Será que tá faltando gas? Ou o combustível já tá indo pra campanha do chefinho? Pior que é o nosso que tá indo embora. Desse jeito, o sonho vai acabar cedo.