Search

Compra de votos ou coincidências? - Onda vermelha - Bloco de esquerda e partidos de centro se fortalecem no Congresso - Lula, o preconceito dos poderosos e o complexo de "vira-latas" -Eleição termina em pancadaria em Fruta de Leite - Marina,... você se pintou? Câmara Municipal de Buritizeiro cassa mandato do Padre Salvador - Repercute suspeita de caixa 2 na campanha de Hélio Costa - Lula diz que imprensa brasileira gosta de publicar "notícia ruim" sobre o país - Bicheiro confessa que doou R$ 250 mil para o caixa 2 de Tadeu Leite - Diante das denuncias de corrupção e fantasmas na Prefeitura de Montes Claros, o jornalista Pedro Ricardo pergunta: Cadê o Ministério Púbico? - PT dá o troco no PMDB e abandona Hélio Costa - Caixa 2 pode inviabilizar campanha de Hélio Costa - Dilma dispara e abre 20 pontos - A nova derrota da grande mídia

19 de abr de 2010

Empresas de transporte coletivo e Prefeitura de Montes Claros ignoram decisão judicial

A nova tarifa de R$ 1,20 durante um ano, do transporte coletivo urbano em Montes Claros, devido ao desconto de R$ 0,35 que teria sido pago a mais, não vem sendo cumprida pelas empresas concessionárias do serviço. A redução foi determinada pela juíza Rosana Siqueira Paixão, da 1ª Vara da Fazenda Pública, que acatou ação civil coletiva impetrada pelo Ministério Público, por intermédio da Curadoria do Consumidor. A liminar, concedida na quarta-feira (7) de abril, foi publicada na terça-feira (13).
O preço da passagem foi reajustado em abril de 2009, pelo prefeito Luiz Tadeu Leite, de R$ 1,55 para R$ 1,90

Nenhum comentário: